Páginas

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Dust to dust...

Eu sei que faz meio século que eu não apareço aqui e eu não vou dar desculpa nenhuma porque simplesmente não tem. Estive ocupada, mas seria mentira dizer que não tive tempo pra dar uma passadinha aqui. Acho que tem algo a ver com aquela história de prioridades e eu ainda tô aprendendo a me colocar como a minha prioridade maior. Não tá fácil.

Sinto que uma parte de mim morreu esses últimos dias. Uma parte boa e querida, que não merecia isso, assassinada pela frieza do mundo e até mesmo das pessoas que dizem se importar. Acho que esse é o problema em amar todo mundo: nem todo mundo vai te amar. E eu não quero deixar de amar as pessoas por causa disso, e eu não preciso, de verdade. O problema é que já passou da hora de pegar um pouco desse amor de volta pra mim.

Ando carregando feridas profundas que ainda sangram e lido com isso da única maneira que sei: cutucando até parar de doer. Dizem que você só supera quando encara, e aí o mundo te dá exatamente aquilo que você precisa. E você não reconhece isso, você se sente injustiçado e pergunta “por quê, Deus?”, sem perceber que, na verdade, o que Ele está fazendo é justamente te amando, te dando aquilo que você precisa pra evoluir, pra seguir em frente. Demora até você perceber que o que Ele está fazendo não se chama injustiça, se chama gentileza.

Eu não posso apagar os meus erros, mas eu não vou me curvar, não vou quebrar. Não posso negar meu lado negro, mas não vou deixá-lo tomar conta de mim. Todos esses pensamentos, toda a culpa e toda a mágoa vão embora, porque aqui dentro não tem espaço. Eu sei que o que tá reservado pra mim só está esperando o momento no qual eu quebro essas correntes.

Eu aceito o destino e me recuso a fugir.

Clara Oswald dizendo: Deixe-me ser corajosa.

♫ Dust to Dust... - Chelsea Grin

5 comentários

  1. Se doar pelos outros e não receber, quase nunca, o que realmente merece. Sei bem como é isso, mas a gente evolui, aprende a se amar em primeiro lugar e principalmente, aprende a dizer não :)

    Boa sorte, um abraço.

    ResponderExcluir
  2. "Acho que esse é o problema em amar todo mundo: nem todo mundo vai te amar." Vou lembrar sempre dessa frase. Eu acho que já amei tanto quem merecia e quem não merecia, que o amor que tenho se fragmentou de tal modo que jamais poderá se juntar de novo, para que enfim eu possa me amar. Contudo, não vai ser por isso que eu vou abaixar a cabeça para as coisas ruins da vida. É com a dor que se aprende, e se aprimora.

    Abraços, Mary. Tudo de bom para você.

    ResponderExcluir
  3. Mari, demorei pra aprender uma coisa com relação ao blog, e deixo aqui meus ensinamentos: você realmente não precisa pedir desculpas por sumiços repentinos, sendo seu blog um blog pessoal o conteúdo dele acaba dizendo tudo, nós não estamos aqui pra ser influencer virtual, e sim porque é legal, porque escrever em algum momento da nossa vida nos fez bem, e com isso ninguém tem nada a ver, né?
    Também tenho passado por momentos ruins com relação a reciprocidade e suas diversas formas, mas faz bem, assim aprendemos a canalizar mais algo tão importante como nossos sentimentos e tempo, que só devem ser doados a quem vale a pena. Fique bem! <3

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
  4. Eu entendo exatamente o que você tem sentido, viu? Mas aí a gente acaba aprendendo que esse amor que devota aos outros deve ser primeiro direcionado a nós mesmos. Me disseram também esses dias que eu não podia exigir que as pessoas gostassem de mim da maneira que eu gosto delas, que isso é impossível. Acabei que aceitando, sabe? Gostando por gostar, sem nada em troca, se a reciprocidade vier, fui premiada.

    espero que essa fase de mágoa passe pra voce

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  5. Baaah Mry, não temos desculpas mesmo rs

    Lamento pelo que tu passou, mas mesmo de longe e dando aquelas espiadinhas aqui vez ou outra - mesmo não sendo oportuno comentar em todas - saiba que tens minhas positividade. E, apesar de não parecer, o tempo cura, pois nos fortalece, e tu já passou por muito, sabe disso. Acho que é isso mesmo, continuar, tomar atitudes e não se arrepender.

    Sdds Chelsea, obg.

    Passe bem <3

    ResponderExcluir